Somos amantes da teledramaturgia. Respeitamos a arte e a criação acima de tudo. Nosso profundo respeito a todos os profissionais que criam e fazem da televisão essa ferramenta grandiosa, poderosa, que desperta os mais variados sentimentos. Nossa crítica é nossa colaboração, nossa arma, nosso grito de liberdade.



ENTREVISTAS EXCLUSIVAS

Free DHTML scripts provided by Dynamic Drive

domingo, 12 de junho de 2011



Especial do Dia dos Namorados



por Daniel Pepe



O blog homenageia o dia dos namorados com os depoimentos de alguns internautas sugestionados a escreverem sobre qual o melhor casal de todos os tempos nas categorias abaixo.

1 - Casal romântico
2 - Casal de vilões
3 - Casal cômico

Como das outras vezes, os depoimentos e fotos foram autorizados pelos autores dos mesmos. Agradecemos a participação de todos!

1 - Casal Romântico: Helena (Regina Duarte) e Atílio (Antônio Fagundes) (Por Amor). Difícil escolha, pois eu tenho verdadeira loucura pelo casal Luana e Bruno de O Rei do Gado. Ele superava a dor da perda de sua esposa e ela não esperava mais nada da vida a não ser ver sua filha feliz, bem casada, com uma família construída e com seus filhos. Tá ok, ela o colocou em segundo plano, mas isso não diminui o amor que Helena sentia por Atílio. Regina Duarte e Fagundes têm uma química incrível, inclusive em Vale Tudo, acho que os dois fizeram algo também sublime. Não há como não se apaixonar por esses dois juntos.

2 - Casal de vilões: Bárbara (Giovanna Antonelli) e Tony (Guilherme Weber). Um casal simplesmente incrível. Era uma relação de amor e ódio. Eles se mereciam por completos. Ela: a loira fatal, ambiciosa e transloucada; ele: um homem de negócios, ganancioso, bem-humorado e bastante sarcástico. Mais que um casal: uma dupla dinâmica. Era comovente a forma como ele a amava, capaz de abandoná-la vestida de noiva num aterro sanitário. Eles ficaram pra história.

3. Casal cômico: Ellen (Taís Araújo) e Foguinho (Lázaro Ramos). Sem dúvidas, um dos melhores momentos de ambos na televisão. Ele era pra lá de divertido, atrapalhado, bonachão, vagabundo, quase um flaneur. Ela era divertida sem fazer esforço algum, uma tremenda alpinista social, bastante sensível, porém se escondia por trás de uma mulher dura. Seus bordões eram os melhores: "Luxus baby: meus filhos têm, os seus não têm. Impagáveis.

Douglas Caldeiras



1 - Casal Romântico: Helena (Regina Duarte) e Carlos (José Mayer) em "História de Amor". Muito difícil essa escolha, gostei de vários! Decidi-me por esse casal pela simplicidade da história. Uma delícia de ver esse casal apaixonado sem ser meloso, numa época em que Zé Mayer ainda não tinha fama de pegador, novela leve que combinava perfeitamente com o fim de tarde. Fui conquistada por esse romance que muitos consideravam improvável de acontecer na vida real, de um lado um médico, escritor, famoso, culto, viajado, casado com uma linda mulher jovem e do outro a caipiríssima, porém verdadeira, sensível e sincera, Helena, que conquistou o Carlos sendo absolutamente natural, não fazendo tipo. Ponto pra ela! O Carlos se tornou o homem dos sonhos das telespectadoras (inclusive o meu rs), afinal qual o homem envia 10 dúzias de rosas para a amada após a primeira noite de amor deles? Só Carlos Alberto Moretti.

2 - Casal de vilões: Maria de Fátima (Glória Pires) e César (Carlos Alberto Riceli) em “Vale Tudo”. Por se gostarem de verdade, por tudo que passaram juntos e por ser o casal de vilões que mais prendeu a atenção do público com suas armações.

3 - Casal cômico: Porcina (Regina Duarte) e Sinhozinho Malta (Lima Duarte) em “Roque Santeiro”. Na minha opinião esse casal já é "hors concours", destaque no maior sucesso de todos os tempos! Posso passar horas vendo os dois contracenarem nessa novela que não me canso. São espertos, engraçados, inteligentes e com uma química incrível! Como disse o Lima Duarte: “Toda a grandeza do meu trabalho era ela que fazia e vice-versa. Então, ninguém quis ser maior.”

Glauce Viviana



1 - Casal romântico: Jade e Lucas (O Clone). Além de "O Clone" ser até hoje minha novela favorita, o casal me emocionou muito. Não só pela química entre os personagens, mas por toda a história que havia além do romance: a clonagem, os costumes muçulmanos, problemas familiares...


2 - Casal de vilões: Laura e Marcos (Celebridade). Gostava dos tabefes que Laura dava em Marcos e as tramóias que os dois planejavam juntos. Foi um casal diferente do que costumávamos ver na TV.


3 - Casal cômico: Yvete e Leônidas (O Clone). Outro casal da mesma novela, mas eu nunca esqueço da Yvete (Vera Fisher) chamando Leônidas (Reginaldo Faria) de "leãozinho".

Stephanie Gomes 

 

1 - Casal romântico: Marcos (Felipe Camargo) e Lurdinha (Malu Mader), de "Anos Dourados": a cena em que os dois se conhecem no baile é emocionante. Tudo ali foi perfeito, desde a trilha sonora, passando pela troca de olhares e gestos. Uma das cenas mais delicadas que já vi. Depois disso, não tem como não torcer pelo casal.


2 - Casal de vilões: Fátima (Gloria Pires) e César (Carlos Alberto Riccelli), de "ValeTudo": históricos. Se o delicioso casal Laura e Marcos de "celebridade" existe, é porque esse foi criado antes. Os dois atores, perfeitos, na dose certa, souberam dar humanidade à dupla de antagonistas que queria se dar bem. Quem nunca torceu pelos dois em algum momento que atire a primeira pedra.


3 - Casal cômico: Mary (Patricia Travassos) e Matoso (Otávio Augusto) em "Vamp": um verdadeiro show! Só não digo que roubaram a novela, porque o vilãozão Vlad (Ney Latorraca) também arrasou. Mas o casal atrapalhado de vilões rendeu muitas e boas gargalhadas, abusaram do besteirol e do "terrir" aproveitando todas as potencialidades do texto e o espírito da novela.

Vitor Santos de Oliveira
http://euprefiromelao.blogspot.com/

4 comentários:

Denis . disse...

Glauce, concordo com tudo o que você disse a respeito do casal Carlos e Helena, e especialmente a respeito da Helena. Porém, sou suspeito, afinal, estamos falando da minha novela favorita, especialmente pelo que você citou: a simplicidade da personagem, e não somente da protagonista, mas de todos os personagens. Isso dava um toque "mágico" a essa novela que nunca mais vi em nenhuma novela do Maneco. A melhor, com certeza. Pelo menos, até eu assistir Baila Comigo, rs.

Lucas disse...

De acordo com as opiniões!!! Lola e Esteban de Kubanacan entrariam no cômico e romântico.
Lucas - www.portalcascudeando.blog.com

Yuri disse...

Julinho e Osmar formaram um casal lindo de Ti Ti Ti. Em poucos capítulos foram mostrados lindamente cumplicidade, companheirismo, amizade e sobretudo amor, entre os dois rapazes. Linda homenagem do blog. *_*

Marcelo disse...

Vitor,
A Patrícia Travassos havia feito um casal bem mais interessante 3 anos antes: Ester e Amado (Fábio Pillar). O texto deles era mais consistente do que o de casal de vampiros de "Vamp", que vejo todas as tardes da semana.