Somos amantes da teledramaturgia. Respeitamos a arte e a criação acima de tudo. Nosso profundo respeito a todos os profissionais que criam e fazem da televisão essa ferramenta grandiosa, poderosa, que desperta os mais variados sentimentos. Nossa crítica é nossa colaboração, nossa arma, nosso grito de liberdade.



ENTREVISTAS EXCLUSIVAS

Free DHTML scripts provided by Dynamic Drive

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

E S P E C I A L

60 ANOS DA TELENOVELA BRASILEIRA

com
AUTORES DE NOVELA .Parte I





Eles escrevem as novelas que vemos diariamente na TV, mas bem antes de virarem autores, foram (e ainda são) telespectadores, como nós. Quais são as lembranças, quais as novelas e cenas que marcaram os profissionais dessa nossa usina de sonhos?
.
O “Agora” resolveu unir grande parte deles, para juntos comemorarmos os 60 anos da telenovela brasileira. Independente das homenagens prestadas e dos homenageados, o importante é festejar a verdadeira estrela desse encontro: a própria telenovela.

Pedimos aos autores que relembrassem uma novela marcante desses 60 anos, que explicassem o motivo da escolha, e sugerissem uma atuação e uma cena inesquecível dessa novela. O resultado foi uma grande surpresa, carregada de grandes e emocionantes recordações.

Agradecemos a todos os autores que colaboraram com esses depoimentos exclusivos para o “Agora é Que São Eles”.



ALCIDES NOGUEIRA

Novela marcante/inesquecível: Escalada (1975), de Lauro César Muniz.

Razão da escolha: Lauro contou, com brilhantismo, a saga de Antônio Dias, costurando a trajetória desse personagem com a história do Brasil.

Uma atuação ou uma personagem marcante dessa novela: Tarcísio Meira, como Antônio Dias.

Uma cena inesquecível dessa mesma novela: O reencontro de Antônio (já separado de Cândida) e Marina (Renee de Vielmond), o grande amor da vida dele.









MIGUEL PAIVA

Novela marcante/inesquecível: Terra Nostra (1999), de Benedito Ruy Barbosa.



Razão da escolha: Dramaturgia de primeira qualidade contando um momento histórico do país, São Paulo, a influência italiana... Por aí.

Uma atuação ou um personagem marcante dessa novela: O inesquecível Raul Cortez ao lado da Janete de Ângela Vieira.

Uma cena inesquecível dessa mesma novela: Todas as cenas que reproduziam a São Paulo da época.





MARGARETH BOURY


Novela marcante/inesquecível: Roque Santeiro (1985).

Razão da escolha: Era divertido, tinha o toque de mestre do Dias Gomes (depois o de Aguinaldo Silva), um elenco maravilhoso e uma trama pra lá de boa!

Uma atuação ou uma personagem marcante dessa novela: Regina Duarte saindo do tipo namoradinha do Brasil e arrasando como a viúva Porcina.

Uma cena inesquecível dessa mesma novela: A praça da cidade com o Zé das Medalhas (Armando Bógus).









LAURO CÉSAR MUNIZ


Novela marcante/inesquecível: Beto Rockefeller (1968), de Braulio Pedroso.



Razão da escolha: A novela é um marco de renovação da telenovela brasileira, apontando caminhos para o futuro. Deveríamos hoje voltar ao Beto para reinventar a novela que está tão desgastada.

Uma atuação ou uma personagem inesquecível dessa novela: O personagem do Luiz Gustavo, Beto Rockefeller, que trazia um delicioso e cômico bicão para o centro da trama, ignorando heróis e vilões estereotipados.

Uma cena inesquecível dessa mesma novela: O bicão Beto cantando a personagem da Maria Della Costa.




RENATA DIAS GOMES


Novela marcante/inesquecível: Que Rei Sou Eu? (1989), de Cassiano Gabus Mendes.




Razão da escolha: Foi das novelas mais marcantes da minha infância. Colecionei o álbum de figurinhas, me vestia como os personagens. Adorava!

Uma atuação ou uma personagem marcante dessa novela: Aline (Giulia Gam) e Jean Pierre (Edson Celulari).

Uma cena inesquecível dessa mesma novela: Não consigo lembrar de uma cena específica. Lembro de flashes do bobo da corte (Stênio Garcia), da rainha (Tereza Rachel) gritando "Ravengar!" e de Aline e Jean Pierre juntos. Eu era muito pequena e lembro mais da sensação de adorar e acompanhar a novela do que de cenas propriamente ditas.




MARIA ADELAIDE AMARAL


Novela marcante/inesquecível: Roda de Fogo (1986), de Lauro César Muniz e Marcílio Moraes.



Razão da escolha: Nem sempre é mencionada e foi uma das melhores novelas dos anos 80.

Uma atuação ou uma personagem inesquecível dessa novela: Tarcísio Meira deu um show!

Uma cena inesquecível dessa mesma novela: A morte do personagem de Tarcísio nos braços de Bruna Lombardi.


Aguardem a segunda parte deste especial, com novos depoimentos ...



VÍDEO ESPECIAL

O "Agora" produziu um vídeo especial com as homenagens dos autores e cenas das novelas relembradas. Confira!







SEGUNDA PARTE

CLIQUE AQUI  para ver a segunda parte do especial, com os depoimentos de Ana Maria Moretzsohn, Cristianne Fridman, Manoel Carlos, Marcilio Moraes, Ricardo Linhares, Sílvio de Abreu e Walcyr Carrasco.





12 comentários:

Nobre disse...

Show, muito show!

O CABIDE disse...

Incrível!
Vcs sempre surpreendendo!
Parabéns, por isso sou fã do blog!! rs

Abração
Fábio

Isaac Abda disse...

Excelente... saudades de Que Rei Sou Eu?

Muito bom ver e rever essas cenas!

Blog Agora É Que São Eles disse...

Depoimento enviado pelo autor Alcides Nogueira por email.

ficou o máximo!!!!!
parabéns a todo mundo!
bjs,
a.

Ivan disse...

Adorei isso!
Muito legal ver as lembranças dos autores! Gostei da lembrança de Maria Adelaide. Essa cena final de Roda de Fogo é muito emocionante!

Parabéns pelo post!

Flávia T. Mendes disse...

Muito bom! Os autores se revelando ótimos telespectadores rs
Faço coro com Margareth. Adoro Roque Santeiro..adorando rever no Viva.

Bjs

Telinha VIP disse...

Me admiro muito com a qualidade desse blog. Vocês conseguem depoimentos fantásticos.
Parabéns a todos! É sempre uma grende surpresa entrar aqui.

Um abraço!

Kleiton Alves Hermann disse...

Conheci o blog hoje e estou maravilhado com tanta coisa boa. As entrevistas são ótimas, muito bem feitas e fogem do trivial. parabéns a toda equipe.

O que dizer desse especial? Simplesmente fantástico poder ver a opiniao dos nossos autores homenageando o que eles conhecem de melhor. Aguardo a segunda parte ansiosamente.

Abraço

TH disse...

Muito bacana ver comentários dos autores, sobretudo porque muitos não recorreram às cenas já clássicss e sempre citadas.

Concordo com a opinião de Miguel Paiva sobre "Terra Nostra". Apesar da novela não ter sido a melhor do Benedito, as referências históricas eram impecáveis, e os detalhes muito bem pensados. Adorei a menção do Tide à Escalada, novela que sempre tive curiosidade de ver.

Parabéns pelo trabalho, rapazes!

Regina IIMontes - RJ disse...

Muito boa todas as novelas citadas. Só não vi Escalada, mas sendo do Lauro César Muniz, certamente deve ter sido ótima. Cidadão Brasileiro foi quase um remake e foi ótima.
Adorei a postagem. parabéns ao blog!

Marina Guedes disse...

Muito show! Adorei as lembranças dos autores.

M. Exenberger disse...

O Sheik de Agadir foi a novela que mais me marcou, porque eu era pequeno e me lembro de ver a minha mãe vendo a novela e comentando...
Atualmente, as fórmulas que deram certo são repetidas à exaustão. Veja o caso de Odete Roitman: quantas Odetes surgiram depois dela?