Somos amantes da teledramaturgia. Respeitamos a arte e a criação acima de tudo. Nosso profundo respeito a todos os profissionais que criam e fazem da televisão essa ferramenta grandiosa, poderosa, que desperta os mais variados sentimentos. Nossa crítica é nossa colaboração, nossa arma, nosso grito de liberdade.



ENTREVISTAS EXCLUSIVAS

Free DHTML scripts provided by Dynamic Drive

sábado, 22 de outubro de 2011


           

G I S E L E   F R Ó E S




Como um dos grandes destaques de "A Vida da Gente", a atriz Gisele Fróes consolida sua carreira televisiva após uma sucessão de personagens fortes em novelas como "Sinhá Moça", "A Favorita" e  "Escrito nas Estrelas".
A atriz generosamente concedeu uma entrevista ao "Agora", onde revela um pouco de sua carreira e sua personalidade.


ENTREVISTA EXCLUSIVA


           Duh Secco pergunta
1-    Você estreou na TV em Dona Beija, novela da TV Manchete exibida em 1986. Só retornaria para o veículo, excetuando participações esporádicas, em 2006, em Sinhá Moça. O que a manteve afastada por todo esse tempo do vídeo? Quais as lembranças dessa primeira experiência na TV e quais as mudanças que sentiu quando retornou para o veículo, anos depois?

Em Dona Beija eu  tinha acabado de sair da escola de teatro. Lembro que foi muito prazeroso, adorava vestir aquelas roupas de época.
Depois disso, resolvi me dedicar exclusivamente ao teatro, tive muita sorte de trabalhar com as pessoas que tanto admirava e aquilo me bastava.
Retornar 20 anos mais tarde foi como uma estréia. Parecia que nunca tinha feito aquilo na vida.


           Guilherme Staush pergunta

2-    Você é filha do grande ator Rogério Fróes. Qual a influência que ele exerceu na sua escolha por ser atriz? Quais os principais ensinamentos profissionais que ele lhe passou?


Gisele com o pai, Rogério Fróes.

Certamente a influência foi enorme. Nada de forma direta, mas só de conviver num meio tão criativo e sedutor já é  uma grande influência.  .
Vejo meu pai como um homem muito apaixonado, muito ético, muito profissional. Espero ter aprendido essas coisas com ele.



     Duh Secco pergunta

3-    Em entrevista ao jornal O Globo, em 24 de julho de 2008, você declarou: “Até hoje, quando gravo uma cena, tenho vontade de olhar para o cameraman para ver o que ele está achando. Eu aprendi a interpretar considerando a plateia”. Ainda se sente insegura diante das câmeras? Aprendeu a conviver com a resposta tardia do público, obtida apenas após a exibição das cenas que você grava com antecedência, diferente do que acontece no teatro?

Na verdade, nem é vontade de saber o que o espectador (no caso o cameraman) esta achando, mas o hábito de ter cumplicidade com a platéia.
Claro que é delicioso receber os aplausos do público, mas na TV o retorno é outro, e também muito prazeroso e gratificante.
     
            Duh Secco pergunta
Gisele em "Sinhá Moça".
4-     Como Nina, em Sinhá Moça, você vivenciou dois tempos diferentes de uma mesma personagem. No início, a mãe repressora que impedia Ana do Véu (Ísis Valverde) de mostrar o seu rosto. Não chegou a ser vilã, mas teve atitudes odiosas. Depois, como a mulher que redescobria a vida conjugal após o casamento da filha, vivenciando situações cômicas. Como é conciliar essas mudanças de tom em uma mesma personagem?
Como na vida, os personagens podem passar por humores, comportamentos e atitudes muito diversas. Isso aproxima o personagem do humano. Adoro isso!

           Daniel Pepe pergunta
5-    Sua atuação na TV tem sido mais intensa desde os últimos cinco anos e somente neste você debutou no cinema, já com prêmio de melhor atriz coadjuvante no Festival do Rio, com o filme “VIPS”. Como foi lidar com esses dois veículos depois de já ter uma carreira consolidada no teatro? Encontrou novas dificuldades e diferenças com o teatro que lhe permitiram aprimorar seu ofício de atriz?

Costumo me dedicar igualmente ao personagem independente do veículo, Claro que  cada veículo oferecerá suas vantagens e desvantagens, mas tenho muito prazer em todos.

           Daniel Pepe pergunta
6-    Suas últimas novelas foram de autores da nova geração: Lícia Manzo, Elizabeth Jhin e João Emanuel Carneiro. Somente em Sinhá Moça você trabalhou com um autor já consagrado, Benedito Ruy Barbosa. Existem outros com os quais você se identifica e gostaria de trabalhar? Quais personagens antológicos da televisão você gostaria de ter interpretado?
com Chico Diaz em "A Favorita".
Me sinto privilegiada de ter feito parte do elenco das obras desses autores. Sou muito curiosa, tenho interesse em passar por experiências, portanto, trabalhar com autores consagrados e experientes também me atrai muito. Sou muito feliz com os personagens que interpretei e interpreto. Eles têm sido suficientes pra mim.
          

            Guilherme Staush pergunta
Em "A Vida da Gente".

7-    No momento, você interpreta Vitória, uma mulher exigente e muito rígida, que carrega no próprio nome a sua meta de vida, pelo menos no que tange a área profissional. Sua atuação está sendo bastante elogiada e é um dos grandes destaques da atual produção das 6, “A Vida da Gente”. Como está sendo viver essa personagem? Por que você acha que ela age dessa forma? Ela ascendeu socialmente devido ao esporte, mas fora isso, teria sido educada de forma severa pelos pais ou será que ela esconde uma grande frustração profissional do passado?

Muitas vezes na nossa própria vida não conseguimos entender o que nos leva a ter certas atitudes, comportamento, sendo assim, é difícil me atrever a fazer uma análise  do que leva Vitória a agir da forma que age. Penso que é uma mulher pragmática, fálica, determinada, e que essas características movem ela, passando por cima de conceitos éticos e morais.



BATE BOLA  com Gisele

     

           Dou um sorriso para .... Meus filhos.
           Dou uma lágrima para ... Ganância.
           Minha primeira lembrança televisiva é ... Meu pai em "O Bem Amado", em cores.
           Se pudesse mudar algo em mim ... Menos ansiedade.
        Um vilão inesquecível da TV: Paulo Gracindo em "O Bem Amado".
           Minha qualidade mais evidente: Sei lá, dizem que sou generosa.
           Meu defeito mais evidente: Ansiedade.
           Uma novela inesquecível: As que eu fiz.

* * *
         

8 comentários:

RÔ_drigo disse...

Uma das minhas atrizes favoritas!
No Teatro ela mata a pau,genial pra dizer o minimo!!
Na Tv cada trabalho que passa eu gosto+...
E em VIPs de fato ela mereceu o trofeu!!!
Boa Entrevista Meninos e+e+Sucesso pra ela!!!!

Emerson Felipe disse...

Gisele Fróes é uma atriz verdadeira, intensa, que se entrega de corpo e alma ao personagem: aí está a austera e por vezes odiosa Vitória dando o que falar em A Vida da Gente.
Bela entrevista, respostas inteligentíssimas e um gostoso bate-bola.
Parabéns equipe do Agora é Que São Eles, e ainda mais sucesso a vocês e à ótima Gisele Fróes!

Isaac Abda disse...

gosto quando percebo o ator consciente da sua profissão, sem querer aparecer mais que o seu trabalho, e a Gisele Fróes ratifica bem isso...

parabéns, rapazes!

Brunno Duprat disse...

Perguntas muito bem elaboradas para a grande atriz que Gisele Fróes é. Embora suas respostas fossem um tanto quanto secas, deu para conhecer um pouco mais desta talentosa atriz!!!

Jovânio Mendes disse...

Ótima atriz em ascendência. UMa das melhores atuações de A Vida da Gente. É meio sisuda, mas até agora, para os papéis que tem feito, fica correta.

André San disse...

Lembro quando vi Gisele Fróes em cena de A Favorita e me liguei que se tratava da mesma atriz de Sinhá Moça. Achei demais a grande diferença entre as duas obras, entre as personagens. Simplesmente não parecia a mesma pessoa. Não acompanhei Sinhá Moça com afinco, mas desde A Favorita aprendi a reverenciar o trabalho desta grande atriz. Gisele Fróes, sem nenhuma dúvida, está entre as principais qualidades de A Vida da Gente que, aliás, é uma belíssima novela! Abraço!
André San - www.tele-visao.zip.net

Denis Pessoa disse...

Grande, grande atriz! Está entre minhas favoritas!

edu vieira disse...

Achei ela bem simpática...não sabia que ela era filha do grande Rogério Fróes..tb não reconheci qdo ela fez A Favorita a mãe da Ana do véu...isso indica que tipo de atriz ela é, camaleônica , mas também naturalista...fico feliz de atrizes do naipe dela , Zezé Polessa , Malu Galli estarem sempre nas nossas novelas.Parabéns, excelentes perguntas mesmo...