Somos amantes da teledramaturgia. Respeitamos a arte e a criação acima de tudo. Nosso profundo respeito a todos os profissionais que criam e fazem da televisão essa ferramenta grandiosa, poderosa, que desperta os mais variados sentimentos. Nossa crítica é nossa colaboração, nossa arma, nosso grito de liberdade.



ENTREVISTAS EXCLUSIVAS

Free DHTML scripts provided by Dynamic Drive

quarta-feira, 20 de julho de 2011











Abriu a porteira!
por Duh Secco


À primeira vista, a grande atração da nova temporada de A Fazenda deve ser a lhama. Ainda que relegado a segundo plano neste primeiro programa, o bicho que ataca seus inimigos com cusparadas, promete causar mais frisson do que os participantes selecionados para a quarta edição do reality.


O elenco, que a emissora tentou esconder, mas a imprensa conseguiu descobrir, reúne novamente celebridades de segundo escalão. Desta vez, porém, faltam personalidades polêmicas, como Nany People e Sérgio Mallandro, e sobram desconhecidos, vide Taciane Ribeiro e François, modelos, e Duda Yankovich, lutadora. Há ainda aqueles que sonham em manter seus quinze minutos de fama, como Joana Machado, mais conhecida por ter se relacionado com o jogador Adriano. O nome mais conhecido é o de João Kleber, apresentador, que já iniciou o jogo com a certeza de que está amparado pela fama maior que a de seus concorrentes, o que o levou a assumir uma postura de líder, algo extremamente arriscado, vide o fracasso de Sérgio Mallandro na última edição, ao assumir o mesmo tipo de personagem.


A grande surpresa da noite, a volta de uma participante de edições passadas, já fez parte de outro reality-show, o Big Brother Brasil, aumentando ainda mais as comparações entre os programas e contribuindo para a imagem de cópia do produto global, que a atração da Record carrega desde sua primeira temporada. As candidatas ao retorno são Francielly Freduzeski, Ana Paula “Bandeirinha” Oliveira e Monique Evans. A julgar pelo desempenho destas nas edições das quais participaram, podemos concluir que o retorno de Monique, mais conhecida e mais polêmica das três candidatas, seria o mais interessante para o programa. Contudo, a participação das mesmas nesse primeiro programa, já confinadas na Casa da Roça no aguardo da decisão do público, se ateve a poucos minutos de VT.


Os VTs nos mostraram também a entrada dos participantes na sede da fazenda, ocorrida ontem, e um apanhado do perfil de cada um deles, através de frases soltas dos mesmos, sobre assuntos como convivência e namoro. Aproveitando-se das ações de merchandising, a Record levou seus participantes até Itu de carro, diferente da última edição, em que o elenco passou por uma prova de resistência para chegar até o cenário do programa.


Não muito diferente está Britto Jr., ainda nervoso diante do comando da atração. Confundindo nomes de participantes, o apresentador atrapalhava a condução da prova do fazendeiro, que elegeu a atriz Anna Markun, como responsável pela delegação de tarefas nessa primeira semana. Entre outros atropelos, Britto perguntou a um dos participantes quem ele deixaria de fora da disputa pelo “líder”, termo vastamente explorado pelo reality da concorrente. Pérolas também foram proferidas por Valesca Popozuda, a participante mais espontânea neste primeiro momento, em que todos os confinados querem ser notados pelo público e proclamarem seus feitos na esperança de continuarem em evidência e na disputa por dois milhões de reais. Ao abrir a mala e saber que as fotos de familiares estavam dentro dos livros levados pelos participantes, Valesca comentou “Ah, mas eu não trouxe livro. Pra quê?”, resumindo assim o teor cultural que programas desse tipo oferecem.

É, a julgar por esse início, só dá pra torcer mesmo pra lhama.


4 comentários:

Renato Bonifácio disse...

'A Fazenda' não era pra ser um reality show com famosos? O que vi foi só um celeiro de subcelebridades, apesar de ter um diversificação muito grande entre os participantes #BundaEPeito #Cultos #Sarados e #TôNemAí.
Mesmo estando na sua 4º edição, tbm senti em vários momentos a insegurança do apresentador. Torcendo pra Monique voltar, penso que ela dará um TCHAN nessa edição apagada. Adorei o seu ""Ana Paula “Bandeirinha” Oliveira"" uhauahuahau
Excelente texto.... Parabéns!

FABIO DIAS disse...

A fazenda 3 foi melhor na estreia. A 4 foi razoável, acho que os participantes até são interessantes olhando por um todo. Brito Jr péssimo e irritante como sempre. Mas nessa edição, torço pelo O ASTRO! hahahahh

Boa análise Duh!

Abs

Fábio Dias R.
www.ocabidefala.blogspot.com

Leila Abranches disse...

Não dá pra entender o que um sujeito tão apático faz na apresentação de um reality show. Melhor se fosse a Chris Couto.
E os fazendeiros desse ano, parece que escolheram os que ficaram na peneira.

Elaine Passoni disse...

Duh....perfeita a sua análise...eu assisti so o finalzinho do programa....a escolha do Fazendeiro da semana...e o que percebi...é que Brito Jr....muito perdido, como já dito...tentava a todo custo,"jogar" um participante contra o outro....isso pq so estavam juntos a 2 dias...forçando situações de confronto....é patetico um canal de TV como a Record...so ficar na imitação de programas globais....eu sei q na TV nada se cria, tudo se copia...mas não custa nada reinventar né.....pegar de surpresa o público......bj