Somos amantes da teledramaturgia. Respeitamos a arte e a criação acima de tudo. Nosso profundo respeito a todos os profissionais que criam e fazem da televisão essa ferramenta grandiosa, poderosa, que desperta os mais variados sentimentos. Nossa crítica é nossa colaboração, nossa arma, nosso grito de liberdade.



ENTREVISTAS EXCLUSIVAS

Free DHTML scripts provided by Dynamic Drive

terça-feira, 27 de dezembro de 2011



Retrospectiva 2011
por Duh Secco

Parte  II

 


Continuamos a nossa retrospectiva com os programas e apresentadores que tiveram grande destaque durante o ano.


A Fazenda 4 teve um bom elenco e uma infraestrutura nunca antes vista em um reality-show. Todas as câmeras transmitiam em HD. O grande problema é que a Record, mais uma vez, não soube aproveitar o que tinha em mãos. A transmissão em tempo real só pôde ser vista por usuários do R7. E mesmo estes ficaram a ver navios, quando o sinal era cortado durante uma confusão na casa ou em uma conversa mais picante dos participantes.


Outro tropeço da Record foi a transmissão dos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara. Mesmo contando com uma equipe competente, a emissora se deixou levar pelo imediatismo da audiência e teimou em reprisar competições que garantiram bons índices, deixando de lado disputas inéditas. Além do mais, a campanha publicitário que exibia os jornalistas da emissora competindo em diversas maratonas causou mal-estar entre os contratados.


A Record surpreendeu o mundo televisivo, quando levou José Luiz Datena, que devia milhões para a emissora, de volta para o seu casting. Após estrear o seu Cidade Alerta sem nenhuma estrutura, e ter sua dívida perdoada, Datena fez o caminho de volta e reassumiu o comando do Brasil Urgente, na Band. O processo judicial envolvendo a Record e o jornalista ganhou então um novo capítulo. Além de cobrar a dívida que havia deixado pra trás, a emissora passou também a exigir o pagamento de uma nova multa, pelo mesmo motivo da anterior (quebra de contrato). Para se defender, Datena tornou público o que todo mundo já sabia: a censura da Record sobre certos assuntos que desagradam sua bancada evangélica no cenário político brasileiro. O resultado: uma mancha difícil de ser retirada tanto da carreira de Datena como da história da emissora.


Depois de tantas bolas fora, a Record termina o ano tendo sua alardeada vice-liderança ameaçada pelo SBT. O canal tem em seu dono, Silvio Santos, seu maior atrativo. Nesse 2011, Silvio esteve em evidência praticamente todo o tempo, devido as brincadeiras que fez em seu programa dominical. Aos 81 anos, já considerado gagá por muitos, Silvio demonstra uma vitalidade de dar inveja e está batalhando para recolocar sua emissora nos trilhos, com a manutenção da grade, o investimento em novos programas, reprises de grandes sucessos mexicanos e, o que é melhor, sem se render aos apelos de igrejas evangélicas que insistem em lotear as madrugadas do SBT. Pelo andar da carruagem, parece que Silvio não vai precisar destas tão cedo...


Promessa para 2012
A contratação de Nilton Travesso para a dramaturgia do SBT está praticamente acertada. O diretor, responsável pelo melhor momento da emissora no que diz respeito a produção de novelas, pode acabar com os muitos tropeços do SBT neste setor, principalmente no último ano. Entre eles, o engavetamento da novela Corações Feridos, de Íris Abravanel; o texto enfadonho que comprometeu o desenvolvimento de Amor e Revolução; e a demissão de Del Rangel, substituído por Reynaldo Boury, enquanto comandava o início das gravações de Carrossel.


Quem também viu seus índices subirem este ano foi a Band. Entretanto, o que mais marcou o ano que passou no Morumbi, foram as declarações de Rafinha Bastos sobre a cantora Wanessa Camargo, que acabaram afastando o humorista da bancada do CQC. Foi a maior polêmica, até o momento, da história do programa, principalmente por ter resvalado na equipe do programa, quando Marco Luque se mostrou contrário à declaração de Rafinha, não só pela imbecilidade da mesma, como também por ser amigo pessoal de Marcos Buaiz, marido de Wanessa, e sócio de Ronaldo Fenômeno,  outro amigo de Marco Luque, que chegou a ganhar uma homenagem, de um imenso puxa-saquismo, na primeira edição deste ano do programa. Afastado da atração, Rafinha pediu demissão. A Band recusou, mas agora já pensa em liberar o humorista, sem multa rescisória, para o canal Fox Sports.


Outra declaração polêmica do CQC foi a do apresentador Marcelo Tas, sobre sua filha, Luiza. Suas palavras, entretanto, não causaram mal-estar, como as de Rafinha Bastos. Em repúdio à homofobia do deputado Jair Bolsonaro, Marcelo disse se sentir orgulhoso de sua filha lésbica. O CQC ainda ganhou novos membros esse ano, como Maurício Meirelles, e se mantém recordista de audiência e faturamento da emissora. Os homens de preto emplacaram de vez, no programa e fora dele, como é o caso de Danilo Gentili, que fez do Agora É Tarde a maior atração do ano na Band.


Promessa pra 2012
A Band pretende, enfim, tirar o bispo R.R. Soares de sua grade. A emissora acredita (e os números de audiência comprovam) que a ausência do programa do missionário será fundamental para a disputa pelo terceiro lugar.


Enquanto Amilcare Dallevo e Marcelo de Carvalho discutiam as vendas das ações do segundo para o primeiro, a Rede TV! entrou em colapso. A negociação entre os sócios implicava em cifras astronômicas, obtidas à custa de certa contenção de gasto dentro da emissora, o que acarretou em salários atrasados para os seus funcionários. No fim, todo o barulho não deu em nada. Marcelo levou Luciana Gimenez para descansar com ele no exterior. E Amilcare decidiu sair do estresse renovando os votos do matrimônio com Daniela Albuquerque, na nova mansão do casal. Enquanto isso, funcionários da emissora permaneceram na sede em Osasco. E os salários continuaram em atraso, gerando reclamações de todos os setores, como a da apresentadora Rita Lisauskas, do Rede TV! News, principal telejornal da emissora, afastada de sua função após reclamar da falta de pagamento no Twitter.


Já que falamos em Daniela Albuquerque... Não dá pra esquecer a despedida de sua agora ex-colega, Keila Lima. Ao vivo, durante o seu último Manhã Maior, a apresentadora deu tchau para os seus fãs e cutucou a primeira-dama da Rede TV!, ao dizer que saía satisfeita da emissora, por ter conseguido a proeza de ensinar Daniela a apresentar um programa de TV.


Além dos salários em atraso, a Rede TV! sofreu importantes perdas em termos de competições esportivas. A mais significativa, sem dúvida, foi o UFC, agora nas mãos da Globo, que investiu até mesmo em um personagem praticante do esporte, Wallace Mu (Dudu Azevedo), de Fina Estampa.


A Rede TV! levou Hebe Camargo para o seu casting. A saída da loira do SBT causou burburinho, assim como sua estreia na concorrente. Entretanto, após os primeiros programas, cheios de externas e entrevistas interessadas, o nível de Hebe começou a cair. É torcer para que a primeira dama da TV brasileira se recupere o quanto antes e traga de volta os bons momentos de seu programa.


Promessa para 2012
A Rede TV! deve dar início aos seus trabalhos em teledramaturgia, já planejando inclusive uma cidade cenográfica para a minissérie Noronha, de Andrea Dallevo. Pelo sobrenome, dá pra concluir que a emissora vai continuar privilegiando a família...


A Globo levou um Emmy, graças ao Jornal Nacional. Pouco após a festa, entretanto, o telejornal de maior audiência do país surpreendeu o grande público, ao anunciar a saída de sua âncora, Fátima Bernardes. Mais do que não ter mais a presença da jornalista na bancada, o público reagiu ao ver o casal Fátima e Willian Bonner separados. A troca de cadeiras, entre a titular e sua substituta, Patrícia Poeta, também causou incessantes comentários na imprensa e no próprio telejornal, que cedeu espaço para a troca de figurinhas entre as duas jornalistas.


Promessa para 2012
Fátima Bernardes deve estrear um talk-show matinal, no próximo ano. Com isso, a Globo deixará de apresentar programação infantil durante a semana. A TV Globinho, sessão de desenhos da emissora, ficará restrita ao sábado e trará a versão animada do Sítio do Pica-Pau Amarelo. A Globo pretende levar o público infantil para a TV paga, com a estreia do  Gloob, canal destinado aos pequenos.

continua ...

 

2 comentários:

Lucas disse...

Na minha retrospectiva, esqueci completamente a ida e vinda do Datena hehehe... Mas é impossível lembrar de tudo; a de vocês está bem mais completa. Abraço!
Lucas - www.cascudeando.zip.net

Carlos E. Magalhães disse...

essas retrospectivas sao boas pra gente ver que ano chato tivemos na tv brasileira. só mesmo vendo os canais fechados.